transparente

O Anticristo

(Publicação: 00/00/0000)

Desmitificando o Anticristo


O ANTICRISTO"



O ANTICRISTO

O que virá agora?

Neste estudo bíblico estaremos abordando:

1 - As fábulas na igreja moderna.
    1a - Equívocos que levam às fábulas.
    1b - Fábulas que levam a uma falsa expectativa.
2 - Profecia que aponta para o obscurantismo.
3 - Periodos históricos - Era das Trevas, Renascença e Iluminismo.
4 - Mais marcas do obscurantismo - As bestas.
5 - Anticristo - A expressão.
6 - Anticristo - Citações bíblicas.
7 - Características do Anticristo - Pluralidade.
8 - Características do Anticristo - Nega o Cristo.
9 - Características do Anticristo - Espiritual.
10 - Características do Anticristo - Religioso.


AS FÁBULAS DA IGREJA MODERNA"

II Timóteo. 4:
3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

O apóstolo Paulo sempre conseguiu prever o futuro da igreja, ou por dom profético, ou por dom de visão, ou mesmo por experiência de vida, e aqui ele relata que as fábulas viriam, e que seriam trazidas pelos pseudos doutores da igreja.


I Timóteo. 4:
7 Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas, e exercita-te a ti mesmo em piedade;

Na igreja daquela época já rolavam muitas fábulas e lendas. Naquele tempo o conhecimento da humanidade era limitadíssimo, e não se sabia ao certo como era a terra, o que era o Sol, a Lua, como se formava a chuva, os raios, os trovões, tudo era mistério.


As fábulas na igreja de hoje.

1 - A vinda de um anticristo
2 - A nova ordem mundial.
3 - O sinal da besta
4 - O implante de um chip na mão.
5 - A Nova Era
6 - Marca da besta (obrigatório)
e outras

E atualmente, com todo o conhecimento que temos, ainda rolam muitas fábulas e lendas na igreja de hoje.
O que temos hoje como fábulas no meio evangélico?
1 - A vinda do anticristo
2 - A vinda de uma nova ordem mundial.
3 - O sinal da besta
4 - O implante de um chip na mão.
5 - A Nova Era
6 - Marca da besta (obrigatório)
e tantas outras.


REDIRECIONANDO-NOS
Corrigindo o rumo

Quando alguém já tem um pensamento formado acerca de qualquer assunto, se aprendeu de forma correta, tudo bem, mas se aprendeu com desvios, será muito difícil corrigir isto depois.

Nos capítulos 18 e 19 de Jeremias, o profeta nos fala de um vaso moldável e de uma botija assada no forno.
A botija, depois que passou pelo forno, não tem mais jeito. Só quebrando.
Nós temos que ser como o barro, sempre moldável.


PROFECIA QUE APONTA PARA O OBSCURANTISMO"

Início do obscurantismo

Ap.06-12
E, havendo aberto o sexto sêlo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;

Este texto profético aborda exatamente o período do obscurantismo.

TEXTOS CORRELATOS:
Joel 2.31
31 O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR.

Atos 2.20
20 O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor;

SÍmbolos deste texto:
Terra - Cristianismo (Todos os alcançados).
Sol - A Luz de Jesus Cristo. A Palavra de Deus.
Lua - Igreja militante (Os alcançados conversos).

INTERPRETAÇÃO.
Tremor de terra - O mundo cristão sendo agitado.
O Sol (Saco de cilicio) - A luz de Cristo não é mais pregada e quando o é, é de forma desconfortavel.
O cilicio era um tecido de pelos de cabra ou camelo muito grosseiro que irritava a pele.
A lua em sangue - A verdadeira igreja agora clandestina e perseguida, com a morte de muitos seguidores.


Exemplo dos símbolos "Sol" e "Lua":

O Sol é a luz da terra.
Jesus é a luz do mundo.

A Lua reflete a luz do Sol na terra.
A Igreja reflete a luz de Cristo no mundo.

É bem lógico, não?

COMPLEMENTANDO O TEXTO DO CAP.6

13 E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.
Forte vento = Um reboliço celestial.
As estrelas do céu caindo na terra - São ocorrência na esfera espiritual. Trata-se de seres angelicais diabólicos sendo lançados na terra.

14 E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.
O céu retirou-se - Ocorrências no âmito empiritual.
Potestades angelicais do bem deixando suas militancias na terra.
Montes - Reis e poderosos como também reinos e nações que tiveram suas fronteiras alteradas.
Ilhas = Comunidades cristãs ou outras comunidades de cultura própria.

15 E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas;
Os poderosos da terra aliando-se ao grande poder agora instituido a "Igreja Imperial Romana", sendo esta a única forma de continuarem em evidência.

16 E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro;
Caí sobre nós = Engula-nos, permita-nos pertencer a essa instituição.
Os poderodos da terra totalmente submissos a esse poder e dele dependentes.

17 Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?

O Sexto sêlo continua ainda por todo o capítulo 7


PERÍODOS HISTÓRICOS - ERA DAS TREVAS, RENASCENÇA e ILUMINISMO"

Periodos da história:

ERA DAS TREVAS (Obscurantismo)
marcado pelo ANTICRTISTO
325 d.C. a sec.XIV d.c.

RENASCENÇA
marcado por transformações sociais.
fins sec.XIV ao XVII (1350 - 1699).
ILUMINISMO:
marcado pelo FILHO DA PERDIÇÃO
sec.XVIII (1700 - 1799)

Houve um período histórico chamado "obscurantismo" ou "era das trevas" ou ainda "idade das trevas", que teve inicio na baixa idade média e foi até o século XV.

Neste nosso estudo, esse período teve seu início com o chamado "Concílio de Nicéia". Ano 325 d.C. Isto foi na verdade o início da Igreja Imperial Romana.


Periodos da história:

ERA DAS TREVAS (Obscurantismo)
Inicio (história secular)
Baixa Idade Media
Inicio(nossa visão)
Ano 325 - Concílio de Nicéia
fundação da Igreja Imperial Romana.

UM POUCO DE ESTÓRIA

Segundo a própria Igreja Imperial Romana, Pedro foi o primeiro papa, e fundador da Igreja, vindo a seguinte sequência de papas, só no primeiro século:
1 - São Pedro de 30 a 67
2 - São Lino de 67 a 76
3 - Santo Anacleto de 76 a 88
4 - São Clemente I de 88 a 97
...depois...
5 - Santo Evaristo de 97 a 107
e por aí vai....

Ocorre que todos os livros do NT foram escritos até o ano 95 d.C., justamente no período que a igreja romana fala que houve quatro papas
São 27 livros, que não falam absolutamente nada sobre papado ou uma liderança geral da igreja.

Quantos aos nomes citados vemos:
IITim.4.21 - fala de um Lino como um simples irmão que estava com Paulo e não um lider.
Anacleto não aparece em lugar nenhum.
Fil. 04.03 fala de um Clemente que era cooperador em Fillipos, e não um lider.
Evaristo também não aparece em lugar nenhum.

Fica muito estranho que um lider máximo da magnitude que é um "papa", não seja citado uma única vez em nenhum dos 27 livros!

Por causa deste de outros fatores a leitura da Bíblia era terminantemente proibida pela Igreja Imperial Ramana. Biblias e outros livros quando descobertos em alguma casa eram queimadas, algumas vezes junto com os seus possuidores. A idéia era que eles nunca perderiam o dominio e que estas coisas nunca viriam a tona.
A "estoria" desses papas talvez esta seja a maior "MENTIRA" de toda a história da humanidade.


MAIS MARCAS DO OBSCURANTISMO - AS BESTAS

Apocalipse 13.1
E EU pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.

AS BESTAS

Estas profecias estão sendo encaixadas aqui para se compreenda a transferência do poder do IMPÉRIO POLITICO para o RELIGIOSO, o que ocorreu nesta mesma época.

Besta do mar = Impérios históricos desde o Acádio até o Bizantino, culminando com o imperio romano.
Chaga mortal ou cabeça ferida = Império Romano - Curada com o poder passado para a igreja e a continuidade Bizantina. Besta da Terra - Igreja Imperial Romana. O Império romano passa para a Igreja Imperial Romana todo o poder de governar.

Nesse mesmo evento do ano 325 d.C. ocorre também o momento no qual a Besta do mar passa para a Besta da Terra o seu poder.



Apocalipse 13.11
E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.

Apocalipse 13.12
E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.

O MUNDO CONSTANTEMENTE PASSA POR UMA "NOVA ERA"

As novas eras se sucedem, e uma sempre dá lugar a outra.

A Idade das trevas foi uma "Nova Era" para o mundo.
Desde seu início até o periodo renascentista o poder reinante exerceu forte controle sobre toda a publicação científica e cultural. Ninguem podia expressar-se livremente sob pena de tortura e morte.
A infalibilidade papal quanto a interpretação das escrituras chocava-se com as descobertas científicas, e então estas eram reprimidas. Foram mais de 1000 anos de ignorância e atraso social em todas as áreas.

DAS TREVAS PARA A ESCURIDÃO.
Finda a então chamada "Era das Trevas", o que veio a seguir "do ponto de vista cristão" não foi muito melhor. Podemos até dizer que saiu-se das TREVAS e entrou-se na ESCURIDÃO.

Também o iluminismo do século XVIII não iluminou nada. Com ele veio o ateísmo, que significa mais ESCURIDÃO ainda.

PORQUE TODA ESSA FANTASIA DA IGREJA

O mundo sempre foi ameaçado pela filosofia humanista.
Na ótica de hoje, os estóicos e os epicureus seriam humanistas. (Epicureus - 270a.C. e Estóicos - 300a.C.)

Humanismo:

O humanismo é um movimento intelectual iniciado na Itália no século XIV com o Renascimento e difundido pela Europa, rompendo com a forte influência da Igreja e do pensamento religioso da Idade Média. O teocentrismo (Deus como centro de tudo) cede lugar ao antropocentrismo, passando o homem a ser o centro de interesse. O humanismo procura o melhor nos seres humanos e para os seres humanos sem se servir da religião.

O humanistas seculares são seguidores do Naturalismo e são normalmente ateus ou agnósticos, renegando a doutrina religiosa, a pseudociência, a superstição e o conceito de sobrenatural. Para os humanistas seculares, estas áreas não são vistas como alicerce da moralidade e da tomada de decisões.

Filosofias assim já rondavam a sociedade humana e cresciam muito nos tempos do império romano

ESTÓICOS:
Estóico = "do pórtico" - Lugar onde seus adeptos se reuniam.
Escola filosófica fundada por Zenão de Cício em 300.a.C.
O estóicos criam que existia um ser divino universal, e que a alma identificava-se com o esse ser divino e fazia parte dele.
São predestinistas.
Deus não tem forma humana.
Deus e Natureza são palavras equivalentes.
Haja o que houver, Deus não se incomodará com você.
O estoicismo tornou-se a filosofia mais popular entre as elites educadas do mundo helenístico e do Império Romano,

EPICUREUS:
São predestinistas.
Há um "paradoxo de epicúrio" que conclue que Deus não existe.
Porém Epicuro assegura a existência de um deus impassivo. Que não age. Não faz nada.

Para os imperadores e governantes, sempre foi importante que as massas acreditassem em alguma divindade e tivessem temor delas.
Porque "Poder tem a quem o poder é dado", e, para conquistar o poder perante o povo os governantes apresentavam-se com "deuses" ou filho dos deuses, ou sacerdotes, ou profetas, etc...Tinham que ter um diferencial divino para ser respeitado, caso contrário não conseguiriam governar e quaisquer dificuldades sociais eram suficientes para gerar um motim. Isto ia a tal ponto que o povo queimava incenso ao imperador.

Faraó apresentava-se como filho dos deuses.

Hoje no Japão - conf. constituição de 1947 - O Imperador Akihito, do Japão é o chefe da família imperial japonesa, e é "o símbolo do estado e da unidade do povo" japonês. Ele é, ainda, a mais alta autoridade da religião xintoísta e, juntamente com sua família, é tido como descendente direto da deusa Amaterasu. É chamado, em japonês, Tennō, palavra que significa 'soberano dos céus'.

Gregos e romanos tinha a prática do "culto imperial" no qual o imperador era aclamado "divino" ou Deus.
No império romano, o supremo mandante assumia o título não só de sumo pontífice, mas até de divino “divus”’. Todos deviam prestar-lhe culto, queimando incenso em sua honra.

Por isso qualquer movimento religioso ou filosófico que pusesse a divindade do imperador em dúvida era severamente perseguida e exterminada.
Hoje, no mundo árabe, os aiatolás dizem-se descendentes de Maomé, e desobedecê-lo é o mesmo que desobedecer a Maomé.

A igreja imperial romana fez exatamente isso, colocando o primaz da igreja no lugar do Cristo, e durante 1000 anos dominou totalmente o mundo ocidental.
Essa é a grande estratégia.
No século XIV perdeu um pouco do seu poder devido a chamada "renascença", que por sua vez deu ocasião à "Reforma Protestante", mas mesmo assim continuou imperando, fêz a "Contra Reforma" e foi em frente. Somente agora após o sec. XVIII está enfrentando sérias resistências do humanismo praticado pelo regime marxista.

INTERVALO DE TEMPO ENTRE PROFECIAS

Há uma sequencia de eventos proféticos que vêm ocorrendo sistematicamente e vai até o fim dos tempos.
O tempo entre dois eventos não é regular.
Depois da abertura do sexto sêlo, vamos ver a abertura do sétimo sêlo e o toque da 1a trombeta.
A primeira trombeta anuncia o que foi a primeira guerra mundial, iniciada em 1914.
Entre um evento e outro tivemos um período de 1914 - 325 = 1589 anos.

É um período bastante longo, para que nenhuma profecia acontecesse, mas vamos nos lembrar que o João esceveu:
Apocalipse 8.1 E, HAVENDO aberto o sétimo sêlo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.
Ou seja, quando foi aberto o sétimo sêlo, ficou tudo quieto. Até que a quase meia hora se passasse, dai então o primeiro anjo tocou a sua trombeta.
Coisas do Kairós de Deus. Aqui nós temos que entender que o tempo de Deus não é o Cronos, é o kairós.

A segunda trombeta anuncia a 2a guerra mundial, com o uso de uma arma nuclear (Yroshima e Nagasaki).
Agora, entre a 1a trombeta e a segunda tivemos apenas 1940 - 1914 = 26 anos.


ANTICRISTO - A EXPRESSÃO"

Anticristo

Em portugues:
Ao pé da letra = Contra o Cristo
por dedução: Outro Cristo em oposição ao Cristo.

Em grego:
Ao pé da letra:No lugar do Cristo. por extensão: Outro Cristo no lugar do Cristo.

A expressão "anticristo" na língua portuguesa não tem o mesmo significado de "anticristo" na língua grega, ( αντιχριστός ) que é a língua dos originais do Novo Testamento.

Enquanto em português ANTI significa "CONTRA", no grego significa "NO LUGAR DE". Isto dá um sentido totalmente diferente acerca desse personagem.


texto ("em lugar de seu pai") =
grego (αντι του πατρος αυτου) =
literal (anti tou patros autou) =
trad ("em lugar do pai dele").
Asquelar "reinava" onde seu pai "reinava".

Um exemplo do emprego "anti" em grego.
Mateus 2: 22 - Tendo, porém, ouvido que Arquelau reinava na Judéia (em lugar de seu pai) = (αντι του πατρος αυτου) Herodes, temeu ir para lá; e, por divina advertência prevenido em sonho, retirou-se para as regiões da Galiléia.


REVELANDO O ANTICRISTO
Então, no caso de "anticristo" trata-se de alguém, do âmbito religioso, que está no lugar dO Cristo, que se faz passar pelo Cristo.

No mundo só há um que tem essas características
Exatamente. O "papa de Roma", que desde o ano 325 assumiu como "cabeça da igreja", e vêm se sucedendo até hoje.

Na língua portuguesa a expressão "anti" é complementada com algo do mesmo gênero ou de mesma espécie, e em oposição à esta.
Exemplos:
Antítese: Outra tese, em oposição à primeira. Gênero: Teses.
Antimeridiano: Outro meridiano, porém pelo lado oposto do globo. Gênero: Meridianos.
Antípodas: Outros pés de pessoas, porém do lado diametralmente oposto do globo. (As solas dos nossos pés pisam na sola dos pés dos japoneses, por isso somos antípodas). Gênero: Pés.
Vem ainda:
Missil anti-aéreo - Arma de guerra contra arma de guerra. Gênero: Armas de guerra.
Anti-Tanque - Arma de guerra contra arma de guerra. Gênero: idem.
Anti-febril - Remédio contra a febre - Genero: Saúde.
etc...

Deduz-se então que a expressão anticristo na língua portuguêsa significa "outro Cristo em oposição ao Cristo"

Na língua grega (que é alíngua dos textos canônicos), é quase igual, mas tem uma diferença esclarecedora. Vejamos:

Anticristo no grego = αντιχριστός

αντι = Anti ou mais exatamente, "no lugar de" Uma melhor tradução para a expressão "Anti Cristo" é "No lugar do Cristo"

EXEMPLOS DO EMPREGO DE αντι(ANTI) NOS ORIGINAIS GREGO

Mateus 2: 22
Tendo, porém, ouvido que Arquelau reinava na Judéia em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; e, por divina advertência prevenido em sonho, retirou-se para as regiões da Galiléia. - ("em lugar de seu pai" - αντι του πατρος αυτου [anti tou patros autou] Literal: "em lugar do pai dele"). Asquelar "reinava" onde seu pai "reinava".

Mateus 5: 38
Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. - ("Olho por olho" - οφθαλμον αντι οφθαλμου [ophthalmon anti ophthalmou] Literal: "olho em lugar de olho". / "dente por dente" - οδοντα αντι οδοντος [odonta anti odontos] Literal: "dente em lugar de dente"). Olho e olho / Dente e dente.

Mateus 17: 27 Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti. - ("e entrega-lhes por mim e por ti" - δος αυτοις αντι εμου και σου [dos autois anti emou kai sou] Literal: "dá a eles em lugar de mim e de ti").

Mateus 20: 28
tal como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. - ("em resgate por muitos" - λυτρον αντι πολλων [lutron anti pollôn] Literal: "resgate em lugar de muitos").

Marcos 10: 45 Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. - ("em resgate por muitos" - λυτρον αντι πολλων [lutron anti pollôn] Literal: "resgate em lugar de muitos").

Lucas 11: 11
Qual dentre vós é o pai que, se o filho lhe pedir [pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir] um peixe, lhe dará em lugar de peixe uma cobra? - ("em lugar de peixe" - αντι ιχθυος [anti ichthuos]). Réptil por réptil

Lucas 12: 3 Porque* tudo o que dissestes às escuras será ouvido em plena luz; e o que dissestes aos ouvidos no interior da casa será proclamado dos eirados. - (*"Porque" - ανθ ων [anth hôn] Literal: "em lugar de que").

Lucas 19: 44
e te arrasarão e aos teus filhos dentro de ti; não deixarão em ti pedra sobre pedra, porque* não reconheceste a oportunidade da tua visitação. - (*"porque" - ανθ ων [anth hôn] Literal: "em lugar de que").

João 1: 16
Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça. - ("graça sobre graça" - χαριν αντι χαριτος [charin anti charitos] Literal: "graça em lugar de graça").

Atos 12: 23 No mesmo instante, um anjo do Senhor o feriu, por* ele não haver dado glória a Deus; e, comido de vermes, expirou. - (*"por" - ανθ ων [anth hôn] Literal: "em lugar de que").

Romanos 12: 17
Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; - ("mal por mal" - κακον αντι κακου [kakon anti kakou] Literal: "mal em lugar de mal").

1 Coríntios 11: 15
E que, tratando-se da mulher, é para ela uma glória? Pois o cabelo lhe foi dado em lugar de mantilha. - ("em lugar de mantilha" - αντι περιβολαιου [anti peribolaiou] Literal: "em lugar de aquilo que é lançado ao redor").

Efésios 5: 31
Eis por que* deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne. - (*"Eis por que" - αντι τουτου [anti toutou] Literal: "em lugar de isto").

1 Tessalonicenses 5: 15
Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal; pelo contrário, segui sempre o bem entre vós e para com todos. - ("mal por mal" - κακον αντι κακου [kakon anti kakou] Literal: "mal em lugar de mal").

2 Tessalonicenses 2: 10
e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque* não acolheram o amor da verdade para serem salvos. - (*"porque" - ανθ ων [anth hôn] Literal: "em lugar de que").

(18) Hebreus 12: 2
olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da* alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. - (*"o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz" - ος αντι της προκειμενης αυτω χαρας υπεμεινεν σταυρον [hos anti tês prokeimenês autô charas hupemeinen stauron] Literal: "que em lugar de a [designada a ele(2) alegria(1)] suportou cruz").

Hebreus 12: 16 nem haja algum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por um repasto, vendeu o seu direito de primogenitura. - ("o qual, por um repasto" - ος αντι βρωσεως μιας [hôs anti brôseôs mias] Literal: "que em lugar de comida uma só").

Tiago 4: 15
Em vez disso*, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo. - (*"Em vez disso, devíeis dizer" - αντι του λεγειν υμας [anti tou legein humas] Literal: "em lugar de o dizer vós").

REVELANDO O ANTICRISTO

Então, no caso de "anticristo" trata-se de alguém, do âmbito religioso, que está no lugar dO Cristo, que se faz passar pelo Cristo.

Alguma idéia?

Exatamente. O "papa" que desde o ano 325 assumiu como "cabeça da igreja", e vêm se sucedendo até hoje.


TEXTOS BÍBLICOS SOBRE O ANTICRISTO

ANTICRISTO - Textos canônicos
(Escritos no ano 90 d.C.)
1Jo. 2.18 (anticristo e anticristos)
1Jo. 2.22 (anticristo)
1Jo. 4.3 (anticristo)
2Jo. 1.7; (anticristo)
E NADA MAIS ALEM DISTO.

A expressão "ANTICRISTO" ocorre nos textos canônicos da Bíblia somente 4 (quatro) vezes, e uma vez no plural "anticristos", também em 1Jo.2.18, e somente João usa essa expressão "anticristo". Somente João e mais nenhum outro escritor bíblico usa a expressão anti-cristo, e elas aparecem na Bíblia apenas essas 4 vezes.


CARCTERÍSTICAS DO ANTICRISTO - PLURALIDADE

A primeira citação: 1Jo. 2.18
Filhinhos, já é a última hora; e como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora.

Já é a última hora:
Quando João cita "última hora", não está se referindo a volta de Cristo, mas sim os últimos tempos da Igreja primitiva, pois com a vinda do anticristo essa igreja seria silenciada.

...ouvistes que vem o anticristo
Já havia uma expectação da vinda do anticristo para aqueles tempos.

...muitos anticristos...
Aquí, João não está apontando para um homem, mas muitos. Isto significa que tratava-se de uma potestade espiritual usando muitas pessoas.

...pelo que conhecemos que é a última hora.
João expressa aqui que essa manifestação dentro de sua própria igreja já era um sinal que era iminente o aparecimento do anticristo propriamente dito.

O versículo seguinte ajuda identificá-los.
1Jo. 2.19;
Eles saíram de nosso meio, entretanto não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos.

Quando João cita: "...Eles saíram de nosso meio, ..." Ele está dizendo que pessoas movidas pelo espírito do anticristo saíram do meio daqueles crentes (da igreja de João), ou seja, pertenciam a Igreja. Refere-se a pessoas religiosas mas que se deixaram levar pelo espírito do anticristo e causaram divisões na igreja. Não aceitaram a liderança de João e saíram pregando coisas diferentes.

Isto nos leva a compreender que o anticristo não é um ser anti-religioso que combate contra Deus e Sua adoração, como é o personagem de "2Tess. 2". O anticristo aqui citado por João é um espírito religioso, que atua na igreja desde os tempos da igreja primitiva. É um espírito que ensina doutrinas e promove a apostasia. Já o personagem de "2tess. 2" fala de um homem (pessoa física) mesmo.

Enquanto o "anticristo" citado por João são pessoas religiosas, que sairam da propria igreja de João, e fundaram outras igrejas com outras doutrinas, o personagem de Paulo é antireligioso, e combate as religiões (Se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adore).

Provavelmente, se Paulo tivesse o mesmo estilo literário de João, chamaria o personagem de "2tess. 2" de "anti-Deus", pois é desta forma que ele é apresentado por Paulo. O texto diz "... que se levanta contra tudo que se chama Deus ou se adore." Também João, se tivesse o mesmo estilo literário de Paulo diria do anti-cristo: Que se assenta no trono de Cristo, querendo parecer Cristo.

Nós sabemos que ninguém se assenta no Trono de Deus, ou no Trono do Cristo, mas isto está no sentido de: "assume os atributos de" Deus, querendo parecer Deus, ou "assume os atributos do" Cristo querendo parecer Cristo.


CARCTERÍSTICAS DO ANTICRISTO - NEGA O CRISTO

A segunda citação: 1Jo. 2.22;
Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo , o que nega o Pai e o Filho.

Este texto no esclarece que o anticristo nega que Jesus é o Cristo, ou seja que Jesus é o ungido, pois a palavra "cristo" significa "ungido".

De que forma alguém que se diz cristão, instruído pelo anticristo, pode negar que Jesus seja o Cristo? Ou o ungido?
Quando alguém é ungido, aquela unção é para certo tipo de operação, na qual ele terá total autoridade. As igrejas usam ungir certos membros para o trabalho eclesiástico. Perante Deus essa unção é válida e aceita, porque é ministrada de acordo com a vontade do grupo. Mas a unção propriamente dita é Deus Quem dá.

Jesus foi ungido para, na qualidade de Filho, ser o único mediador ou intercessor entre Deus e os homens. Lembremo-nos: ÙNICO.
( 1João 14.6 ) Disse-lhe Jesus:Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
( I Timóteo 2.5 ) Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

Então Jesus, o filho de Deus, é o Cristo de Deus (Ungido de Deus) nesse aspecto. Logo, no momento que alguém dirigir-se a outro intercessor dizendo: Fulano, rogai por mim, ou rogai por nós, esse alguém estará colocando outro intercessor "desautorizado" no lugar do verdadeiro, negando assim a unção de Jesus de ÚNICO intercessor, logo, estará negando que Jesus é o Cristo e por tabela que também é o Filho.

Toda oração "teologicamente correta", é dirigida ao Pai, porem em nome do Filho. Ora-se a Deus em nome de Jesus. Se alguém orar ou rezar a anjos, pessoas mortas, ancestrais mortos, ou qualquer outra divindade, estará colocando estes seres no lugar de Jesus, como se Ele não existisse.

Se não há Filho, também não há Pai, pois um pai, sem filhos(as) não pode ser pai, logo estará negando também o Pai.

Exemplos de ativismos do espírito do anticristo destes versículos: Cristãos que oram a outros intercessores, pedindo que estes roguem por eles negando assim o Filho, uma vez que somente o filho pode interceder, mediar ou "rogar", no sentido mediar.


CARCTERÍSTICAS DO ANTICRISTO - ESPIRITUAL

A terceira citação: - 1Jo. 4.3
E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.

Assim como o "*docetismo" na idade média, já havia no tempo de João quem pensasse como eles e várias correntes teológicas surgiam dentro da própria igreja. Mesmo hoje muitos cristãos são levados a imaginar que o corpo físico de Jesus não tinha a fisiologia comum de um ser humano. Isto se chama "docetismo".
Notas - Docetismo:
Seita da idade média que cria que o corpo físico de Jesus teria sido uma ilusão, como também a sua crucificação, pois Jesus era um espírito puro e imaterial, e não poderia morrer fisicamente.

Quando João cita: "... Este é o Espírito do ANTICRISTO:..." Ele está confirmando que o anticristo é um espírito. Logo não se trata de um homem, mas de uma potestade espiritual que tem como ferramenta de trabalho líderes religiosos e seus liderados.

Quando João cita: "... e agora já está no mundo:" Ele está confirmando que o anticristo já veio. Já estava no mundo desde os tempos de João, no primeiro século da Igreja, e continua hoje, mais voraz ainda.


CARCTERÍSTICAS DO ANTICRISTO - RELIGIOSO

A quarta citação: 2Jo. 1.7;
7 Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.

Este versiculo é uma repetição do anterior, e confirma que o anticristo prega uma religião.


Buscai no livro do SENHOR, e lede;
Isaías 34.16-a.

Estudos Bíblicos
COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário.

De: (Nome ou Pseudônimo)
Região: (Ex: Curitiba, PR, Brasil)
Email: (Não obrigatório mas desejável - Estará em total sigilo.)
Comentário: (900 caracteres ou 15 linhas)

Data: 01/10/2014 - 08:29:43 Hs.

João carlos Bachim comentou:
Muito bom e super interessante suas bases Bíblicas vai causar um bom impacto nos ouvintes e esclarecer outras , idéias correntes a muito tempo, inovador e ousado parabéns vai ser benção.



Data: 28/09/2014 - 23:20:36 Hs.
De: pr. Walter
Comentario: Deixe o seu comentário.
setacima

T
o
p
o
setacima

T
o
p
o