transparente
x
Prolector


A BÍBLIA EXPLICA:
Por ser a Bíblia Sagrada o livro eleito como a "Infalível Palavra de Deus" por todos os cristãos e até mesmo por algumas correntes não cristãs, a estaremos usando aqui para confirmar os assuntos abordados.
Estaremos usando a versão ACF "Almeida Corrigida Fiel".

x

O Filho da Perdição

(Publicação: 02/02/2018)

OS PODERES MUNDIAIS, A IGREJA e as FÁBULAS


Neste estudo estaremos conhecendo as principais potestades que dominam o mundo, e qual é a posição da Igreja diante do atual cenário mundial, onde instituições humanas dominadas por potestades espirituais lutam entre si pelo poder, e todas contra a Igreja de Jesus, umas usando de sutilezas buscando desviar a Igreja de sua rota, e outras em luta declarada pela sua extinção.


Tanto o Filho da Perdição como o Anticristo, as chamadas "bestas" do mar e da terra, e todas as demais potestades apocalípticas, já se manifestaram e estão em plena atividade.


As fábulas sempre estiveram presentes nas igrejas desde tempos remotos (I Timóteo 4. 7), e ainda hoje se multiplicam no seio da igreja, algumas vezes com a intenção de esconder ou confundir a verdadeira identidade dos inimigos da igreja.


Neste Estudo bíblico será demonstrado que o personagem 'Homem do Pecado' ou 'O Filho da Perdição' ou ainda 'O Iníquo', citado por Paulo em II Tessolonicenses 2. 1 - 12, não é o 'Anticristo' citado por João em I João 2.18 [2]; I João 2.22; I João 4.3 e II João 1.7. Será revelada ainda a identidade destes personagens, e a quem as profecias estão se referindo.


São na verdade profecias bíblicas reveladas pelo Espírito Santo, que depois foram transformadas em fábulas por pregadores sensacionalistas, e como os membros das igrejas estão predispostos a crerem em tudo, ou quase tudo, as igrejas tornam-se uma terra fertilíssima para a proliferação de lendas e fábulas, como podemos ver hoje quando se fala em anticristos, implantação de chips na testa e na mão, o número 666 no RG ou no CPF, e outras tantas infantilidades.


TEXTO BÍBLICO PRINCIPAL

II Tessalonicenses 2: 1 - 12

1 - ORA, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,

2 - Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.

3 - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

4 - O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.

5 - Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco?

6 - E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.

7 - Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;

8 - E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;

9 - A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,

10 - E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.

11 - E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;

12 - Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.


A carta aos Tessalonicenses foi escrita no ano 50 d.C. pelo apóstolo Paulo.



TÍTULO DADO A ESTE TEXTO BÍBLICO EM ALGUMAS EDIÇÕES DA BÍBLIA

O texto bíblico em referência (IITess. 2. 1 a 12) em algumas edições da Bíblia tem um título, mais ou menos assim:
"A vinda de Cristo será precedida de manifestações do anticristo".


Esses títulos dos assuntos que aparecem em algumas edições da Bíblia são "apócrifos", ou seja, não estão nos originais da Bíblia. As Editoras bíblicas, no intuito de facilitar a localização dos assuntos, separam porções de textos com um título, como melhor lhe parecer, por isso há vários títulos “equivocados”, que não condizem exatamente com o enunciado do texto.


Esse equívoco tem trazido nos meios evangélicos grande confusão na interpretação desta profecia de Paulo, confundindo "O Filho da Perdição" da profecia de Paulo com o "Anticristo" da profecia de João, sendo que a identidade dada a este personagem “o Filho da Perdição” citado por Paulo é completamente diferente da identidade do personagem “Anticristo” citado nas cartas de João.


Convém que tenhamos cuidado com esses títulos colocados pelas Editoras, pois, não somente este,
"A vinda de Cristo será precedida de manifestações do anticristo",
mas outros títulos colocados em nossas Bíblias não condizem com os textos canônicos. Somente alguns exemplos:


Exemplo 01:
2. Reis 2 - O título diz que:
“Elias foi elevado ao céu num carro de fogo”,
e não é isto que o texto canônico diz. No vs. 11 diz que Elias foi elevado ao céu num redemoinho e um carro de fogo separou-o de Eliseu.


Exemplo 02:
Lc 24.36 - O título é:
"Aparição de Jesus aos doze".
porém tinha somente onze, uma vez que Judas estava morto e o seu substituto ainda não tinha sido nomeado. Por incrível que pareça, a desatenção do titulista foi de tal forma negligente, que no mesmo capítulo 24, no versículo 33, (três versículos antes) está escrito: E na mesma hora, levantando-se, tornaram para Jerusalém, e acharam congregados os onze, e os que estavam com eles...


Exemplo 03:
O título de Mateus 25:14 na Versão Revista e Corrigida é o seguinte:
“O Sermão Continua: A Parábola dos DEZ Talentos”,
porem no texto canônico, o homem deu CINCO talentos para um servo, deu DOIS para outro e ao último deu apenas UM, que somando dá apenas OITO.


E há dezenas de outros títulos equivocados, que não vamos citar aqui para não tornar o estudo enfadonho.


O "Filho da perdição" citado por Paulo não é o “Anticristo” citado por João.
A identidade que Paulo dá ao seu personagem difere totalmente da identidade do anticristo de João, somado ao fato de Paulo não usar a expressão anticristo em nenhum lugar do texto “canônico”, logo, de onde o titulista tirou a ideia de que esse personagem seria o anticristo citado nas cartas de João?


E como o versículo 03 do texto em pauta coloca a vinda do personagem "Filho da perdição", antes da vinda de Jesus, e como o anticristo citado por João já veio na baixa idade média, o crente fica em uma falsa expectativa, aguardando um evento que já ocorreu, e poderá estar despercebido quando da real vinda de Jesus.


Então, podemos afirmar que "O título do assunto de 2Tessalonicenses 1 ~ 12 está equivocado, pois não há base bíblica na parte canônica do texto para tal afirmação, somando-se o fato das identidades de ambos serem totalmente diferentes, como segue:




O FILHO DA PERDIÇÃO CITADO POR PAULO É UM HOMEM

2Tess.2.3

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

Quando Paulo diz: ... antes que venha a “apostasia”, e se manifeste o “homem do pecado, o filho da perdição”..., está se referindo a duas coisas. 1 - Apostasia seria a vinda de um cristianismo apóstata como o cristianismo da Igreja Imperial Romana e suas ramificações.

2 - Filho da perdição, por ser um judeu, filho de Israel, que traria ao mundo uma ideologia ateia de âmbito mundial, que perseguiria tanto o próprio Israel, a Igreja de Jesus, e todo o tipo de religião.

Conforme o versículo acima, o personagem citado é realmente um homem, com as seguintes características: Para que tivesse tal destaque a ponto de ser citado em uma profecia bíblica, sua influência seria mundial.

Seria o idealizador de um modelo de doutrina política a nível mundial.

Tal modelo político seria anti-Deus, anti-deuses e anti-religião e iria reprimir todo o tipo de práticas religiosas.

Seria um sistema iníquo, cuja distribuição das riquezas priorizaria algumas classes em detrimento de outras.

O ANTICRISTO CITADO POR JOÃO É UM SER ESPÍRITUAL

1Jo. 4.3

E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.

Antes de tudo, lembremo-nos que somente João usa a expressão anticristo.

Ela aparece somente em quatro versículos, todos nas epístolas de João, como estaremos mostrando, e em mais nenhum outro lugar da Bíblia.

Quando João cita: "... Este é o espírito do ANTICRISTO:..." Ele está confirmando que o anticristo é um espírito. Logo não se trata de um homem, mas de uma potestade espiritual que tem como ferramenta de trabalho líderes religiosos que pregam falsas doutrinas.

Quando João cita: "... e agora já está no mundo:" Ele está confirmando que o anticristo já veio. Já estava no mundo desde os tempos de João, no primeiro século da Igreja, revelando-se depois, no tempo oportuno, com todo o seu poder, e continua até hoje, buscando engolir todas as correntes denominadas cristãs.

O FILHO DA PERDIÇÃO CITADO POR PAULO É UM PODER HUMANO “NO SINGULAR” UM HOMEM MESMO

2Tess.2.3-9

3 - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

4 - O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.

6 - E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.

7 - Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;

8 - E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;

9 - A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,

O ANTICRISTO CITADO POR JOÃO É UM PODER ESPIRITUAL “PLURAL”, LOGO, DE PRINCIPADOS E POTESTADES

1João-2:18

Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se tem feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.

Quando João diz "... é já a última hora;..." não está se referindo à proximidade da volta de Cristo, mas sim aos últimos tempos da Igreja primitiva, que seria banida ou levada a clandestinidade pela Igreja Imperial que surgiria em breve (325 a.D.) e João estava escrevendo isto no ano 90 a.D.

Neste versículo João usa a expressão "anticristo" no plural, levando-nos a entender que se trata de uma legião de espíritos. Mais exatamente trata-se de principados e potestades espirituais.

O FILHO DA PERDIÇÃO CITADO POR PAULO É ANTI-DEUS E ANTI-RELIGIÃOM

2Tess.2.4

O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.

Aqui Paulo nos dá mais algumas das características desse personagem.

* Se opõe e se levanta contra "tudo o que se chama Deus", e contra tudo o que se adore.
A narrativa é que essa ideologia se levantaria não somente contra Deus, o Deus de Israel mesmo, mas também contra os falsos deuses, contra todas as religiões, e a qualquer coisa que alguém possa divinizar, ou que seja objeto de adoração. Então é um poder que tenta extinguir todas as práticas religiosas de uma sociedade humana onde ele imperar.

* Se assentará como Deus...
Além do poder ditatorial político e governamental, impõe os seus próprios padrões de conduta para o povo dominado, destruindo-lhes a identidade tradicional e ensinando-lhes uma nova filosofia de vida dando-lhes uma nova identidade, cheia de iniquidade e pecado.

* no templo de Deus
Não está se referindo a templo no sentido religioso, pois é um poder antirreligião. Se o "templo de Deus" é o nosso corpo físico, (ICor-6.19) é aí que ele pretende assentar-se, roubando o coração e a alma das pessoas por um processo chamado “lavagem cerebral”, tornando os seus militantes alienados.

* querendo parecer Deus
Ditando seus próprios padrões de conduta para as pessoas, assim como Deus faz com os seus através da Palavra Escrita.

O ANTICRISTO CITADO POR JOÃO É RELIGIOSO

1João-2:19

Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós.

Entendemos também que o anticristo não é um ser antirreligioso que combate contra Deus e Sua adoração, como é o personagem de "2Tess. 2". O anticristo aqui citado por João é um espírito religioso, que atua na igreja desde os tempos da igreja primitiva. É um espírito que ensina doutrinas e promove a apostasia. Já "2tess. 2" fala de outro personagem, um homem, pessoa física mesmo, o qual é anti-Deus e anti-religião.

Quando João, falando do anticristo, cita: "... Eles saíram de nosso meio, ..." Ele está dizendo que pessoas movidas pelo espírito do anticristo saíram do meio daqueles crentes (da igreja de João), ou seja, pertenciam a Igreja. Refere-se a pessoas religiosas, mas que se deixaram levar pelo espírito do anticristo e causaram divisões na igreja. Não aceitaram a liderança de João e saíram pregando coisas diferentes.

Também o "homem do pecado", que é o personagem citado por Paulo, evidentemente é movido por uma potestade espiritual, pois são as potestades que atuam com pessoas. Ambas são potestades demoníacas, mas são diferentes e também lutam entre si pelo poder.

x

Do acima exposto, fica estabelecido que:

1 - O "Filho da perdição" citado por Paulo não é o "Anticristo" citado por João, conforme comparações expostas.

3 - O "anticristo" citado por João também já veio, desde a baixa idade média, conforme exposto no estudo “O Anti Cristo”, e também continua ativo em seus propósitos.

2 - O "Filho da perdição" citado por Paulo também já veio, e seu império está se agigantando agora, como também se amoldando e se multiplicando em correntes ideológicas.

4 - Não há mais nenhuma profecia ou ocorrência bíblica que anteceda o arrebatamento da igreja.



QUEM É ESSE HOMEM?

Vamos pensar juntos.


Temos uma chave. O “ateísmo ou o combate às religiões, e o materialismo”. Então estamos falando de um homem que fundou uma ideologia político-governamental, ideologia esta ateia que combate as religiões, e, sobretudo materialista.

Você conhece ou já ouviu falar de algo assim?


Um poder que não se limita em governar apenas na área da economia, saúde, educação, segurança, etc., que é o que faz qualquer governo eleito. Esse, porém, tenta impor outra cultura ao povo mudando os padrões de ética e de conduta, extinguindo o sentido de família, e impondo o fim das tradições familiares.

Você conhece ou já ouviu falar de algo assim?


Para ser “Filho da Perdição”, o tal deveria ser judeu, filho de Israel, e renegar sua própria origem, sua pátria, seu povo.

Você conhece ou já ouviu falar de alguém assim?



REVELANDO O FILHO DA PERDIÇÃO


MOSES MORDECHAI LEVI - 1818 – 1883.


Neto de rabino e filho de pais judeus, renegou suas origens e até o seu próprio nome, e entrou para a história com o nome de: KARL MARX .

Foi um intelectual e revolucionário judeu-alemão, fundador da doutrina comunista moderna, e atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.

É dele a célebre frase: "A religião é o ópio do povo".


FILHO DA PERDIÇÃO:

Filho da perdição, por ser “filho de Israel” e trair seu próprio povo.

Também Judas Iscariotes foi chamado de “filho da perdição”, pelo próprio Senhor Jesus, por ter traído o sangue inocente (João 17.12).

Em três das obras de Marx, revela-se todo seu antissemitismo e seu desprezo ao judaísmo como também ao cristianismo e todas as religiões.

São elas:

1 - A Questão dos Judeus,

2 - A Ideologia Alemã

3 - A Sagrada Família (título sarcástico que ironizava a juventude hegeliana).

Em “A Questão dos Judeus” suas concepções são claras: Ele escreve: “O Estado pode e deve prosseguir na abolição e na destruição da religião”.

Os motivos que levaram Marx a se voltar contra o judaísmo e contra todo tipo de religião são ideológicos. Exemplo:

O templo é uma instituição privada dividida entre classes. Mesquitas pertencem ao Islã; Sinagogas pertencem aos judeus; Igrejas Católicas ao Vaticano; Templos evangélicos a várias denominações cristãs; etc.

Nestes templos as regras são ditadas por níveis hierárquicos, ou seja: classes, e para que o comunismo possa vigorar, toda propriedade e classes devem desaparecer.

Marx compreendia estes fatos, portanto sua teoria deveria abolir a instituição privada e qualquer ordenação advinda dela a fim de estabelecer a ditadura do proletariado.

Há outros nomes ligados a doutrina marxista, como:
Lênin - Vladimir Ilyitch Ulianov - Rússia - 1870 - 1924.
Stalin - Josef Vissarionovitch Stalin - Rússia - 1879 - 1953.
Mao - Mao Tsé-Tung - China - 1893 - 1976.
e outros.

Estes, na realidade são apenas discípulos de Marx.



O MARXISMO
CLASSES SOCIAIS


Este assunto é muito extenso e complexo, mas vamos abordar aqui alguns aspectos dessa ideologia.


Do ponto de vista filosófico, crenças, princípios e valores, tem suas raízes no “epicurismo”. O marxismo é uma ideologia com objetivos de domínio mundial.


O marxismo divide a população em cinco classes sociais, sendo: Intelectuais; exército; juventude (estudantes); trabalhadores da indústria; trabalhadores do campo.


Duas classes de trabalhadores produzem para três classes consumistas, sendo duas delas parasitas: Intelectuais; e Exército;


O “exército” é para assegurar o regime pela força, em favor dos “intelectuais”. Dentre os “intelectuais” estão os políticos e seus militantes, artistas, esportistas, escritores, pensadores, etc., que levam uma vida luxuosa em detrimentos da classe trabalhadora. É um tipo de escravidão dissimulada.


Os “estudantes”, filhos dos “intelectuais”, já têm vaga garantida nas melhores universidades do mundo.


Os “estudantes”, filhos dos trabalhadores, se forem bons mesmo e militante do partido, ou seja, um bom “companheiro”, poderá alcançar bons empregos públicos. Os filhos dos operários não pertencem aos pais, mas ao estado. Em alguns casos é o próprio estado que faz o planejamento familiar, determinando até quantos filhos um casal pode ter.


A educação dos filhos não cabe aos pais, mas ao estado, que se encarrega de transformá-lo em um militante da ideologia, tornando sua vida alienada.



IMPLANTAÇÃO E RAMIFICAÇÕES:


O "marxismo", depois dos desastres iniciais que custou a vida de milhões de pessoas, foi buscando novas estratégias para ganhar o seu espaço na sociedade humana.


Hoje há duas correntes principais que são: O Marxismo Ortodoxo (Há outras designações), e a Social Democracia.


O Marxismo Ortodoxo, a princípio, era de uma visão marxista que condenava a socialdemocracia e para ganhar espaço na sociedade usa o método da revolução violenta ao invés do gradualismo. Hoje, seus militantes buscam novos métodos para a imposição de suas ideologias.


A Social Democracia busca rever algumas teses de Marx, tal como a questão do capitalismo, e a passagem para o socialismo via processo eleitoral e gradual, entre outras coisas.


Segundo o prof. Rudolph Joseph Rummel (várias vezes nomeado para o Nobel da Paz) estamos falando da arma mais letal que a humanidade já conheceu.


Há dados históricos de que essa ideologia marxista, no afã de impor-se, matou cerca de 110 milhões de pessoas em apenas 70 anos (1917 a 1987).



SÍMBOLOS DO MARXISMO


Alguns dos principais símbolos usados pelos movimentos socialistas marxistas:

1 - Cor Vermelha = O sangue da martirização da classe operária. (Que eles mesmos derramaram).

2 - Foice e Martelo = Classes trabalhadoras Agrícolas e Industriais.

3 - Estrela de cinco pontas:
a - Cinco continentes habitados (Visão global).
b - Cinco classes da sociedade = intelectuais; exército; juventude (estudantes); trabalhadores da indústria; trabalhadores do campo.

4 - A forma de tratamento: "camarada" ou "companheiro".




DIVERGÊNCIAS
CRISTIANISMO x MARXISMO

CRISTIANISMO XMARXISMO
01 Teísmo XAteísmo
02 Criacionismo XEvolucionismo
03 Família XIndividualidade
04 Autocontrole XLibertinagem
05 Exposição de Ideais XImposição de ideais
06 Voluntariedade XObrigatoriedade
07 Amar os adversários XPunir os adversários
08 Resignação XProtesto
09 Dois sexos – macho e fêmea XIdeologia de gênero
... e mais uma infinidade de antagonismos.
X

Um cristão jamais será um marxista, e vice versa. Se alguém professar ambos ideais, será "falsidade ideológica".

Ou é um, ou é outro.

X


INTERPRETAÇÃO de IITess. 02. 1 – 12
VERSO a VERSO


PAULO APACENTA OS TESSALONICENSES

II Tessalonicenses 2. 1 e 2:

1 - ORA, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,

2 - Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.


Paulo fazendo referência a Vinda de Jesus e o arrebatamento da igreja, ("... nossa reunião com Ele"), procura acalmar os crentes quanto a brevidade da vinda de Jesus, pois eles, por estarem passando por tribulações e perseguições entendiam que era sinal de que Jesus já estava ás portas.



A APOSTASIA E O FILHO DA PERDIÇÃO

II Tessalonicenses 2. 3:

3 - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,


Então Paulo os apascenta, pois sabia por revelação divina, que entre aquele tempo e o evento da segunda vinda surgiriam poderes dominantes de massas de âmbito mundial, apóstatas e ateus.

O poder apóstata surgiu a partir do ano 325 d.C. com o surgimento da Igreja Imperial Romana e seus desmembramentos e cerca de 1500 anos depois o poder ateu com o surgimento das ideologias socialistas como hoje se vê.



UM PODER ANTI-DEUS e ANTI-RELIGIÃO

II Tessalonicenses 2. 4:

4 - O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.


“se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora;” A ideologia socialista é contra toda e quaisquer práticas religiosas.

“de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.” Não se trata de “templo” no sentido religioso, pois se trata de um poder ateu, e considerando que o nosso corpo físico é o templo do Espírito Santo conforme, I Coríntios 6.19, esse poder tem arrebatado o coração e a alma das pessoas através da chamada lavagem cerebral, levando-as a militância e até a morte em prol dessa ideologia, julgando-se ser a grande solução para todos os problemas da humanidade.

Em todos os países aonde essa ideologia chegou a governar, deixou um rastro de misérias, mortes, e desastres econômicos.

Além da “apostasia” já citada anteriormente, também aqui vemos uma apostasia generalizada de uma corrente cristã evangélica que apoia e milita em prol dessa causa.



PAULO JÁ PROFETISAVA ISTO NO SEU TEMPO

II Tessalonicenses 2. 5:

5 - Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco?


O assunto sobre a vinda desse personagem já era assunto corrente na Igreja daquele tempo. Havia o temor de que o "epicurismo" e/ou o "estoicismo" se agigantasse na sociedade da época, o que prejudicaria grandemente o trabalho de evangelização da igreja, por causa da filosofia do deus ausente ou agnosticismo, e do ateísmo.

Porém essas doutrinas filosóficas chegaram aos palácios romanos, e era comum haver muitos seguidores entre os nobres. O estoicismo foi definitivamente banido do império somente no século VII.

Já o "epicurismo" antigo trouxe o "humanismo" de hoje, que é a filosofia do socialismo de Marx.



HAVIA RESISTÊNCIA DO IMPÉRIO ROMANO E TEMPOS DEPOIS DA IGREJA ROMANA

II Tessalonicenses 2.6:

6 - E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.


Havia na época um poder que impedia a manifestação do "epicurismo". E quando Paulo diz "... E agora vós sabeis o que o detém..." significa que todos sabiam o que detinha a manifestação dessa doutrina filosófica já naquela época.

Todos sabiam que a resistência vinha por parte do imperador, mas Paulo não podia citar isso, pois havia o risco da carta chegar em mãos erradas com consequentes retaliações.

Os imperadores eram divinizados, e até culto se lhes prestava. Uma filosofia de alcance popular que mostrava um deus imanente, não era bem vinda nesse contexto, pois a divindade do imperador seria questionada.

Com o poder imperial passado para Igreja Imperial Romana a partir de 325 d.C., esta também se colocou contra tais filosofias devido a sua visão filosófica sobre Deus.



O PODER OCULTO DA INIQÜIDADE JÁ OPERAVA

II Tessalonicenses 2.7:

7 - Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;


"... mistério da injustiça..." referindo-se a algo oculto (mistério) e cheio de iniquidade (injustiça), um poder oculto, que em algum tempo seria implantado, mas naquele momento enfrentava resistências que o impedia.

Até que do meio seja tirado. Paulo sabia que em algum tempo a resistência dos opositores se enfraqueceria, e, fatalmente esse modelo filosófico ganharia o seu espaço na sociedade e seria implantado no mundo.



ESSE PODER DURARÁ ATÉ A VINDA DE JESUS

II Tessalonicenses 2. 8:

8 - E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;


Então será revelado o iníquo.

Com o enfraquecimento ou tolerância dos opositores, esse poder que até então era oculto poderia se manifestar, referindo-se à filosofia humanista, fundada nas correntes filosóficas da época, principalmente no epicurismo, a qual traria em seu bojo o regime socialista de Marx, como hoje se vê.

...o iníquo.
Iníquo: Que, ou aquele que pratica a iniquidade. Iniquidade: Antônimo de equidade. Equidade: Igualdade. Praticar "equidade" é ser justo. Repartir com igualdade. Julgar com igualdade. Não desejar para si mais do que para os outros. Julgar-se igual aos outros e nunca maior ou superior. O inverso disso é "iniquidade".

A iniquidade é o pecado mais comumente praticado por todas as pessoas, pois é o "ego" que induz à iniquidade, e no humanismo, é o "ego" que está em evidência, pois o “teocentrismo” (Deus no centro), foi trocado pelo “antropocentrismo” (O homem no centro), como está escrito:

II Timóteo 3
1 SABE, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

2 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

... a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; Esse poder será vencido pelo próprio Senhor, na sua vinda.



A EFICÁCIA DO REINO DE SATANÁZ

II Tessalonicenses 2.9:

9 - A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,


A esse...
Está no singular, referindo-se a um só ser, referindo-se ao “filho da perdição”.

...cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás,

O mundo satânico é composto de potestades espirituais.

Inúmeros grupos organizados que se aliam uns aos outros ou combatem uns contra outros, cada qual procurando um poder de influência maior ou até mesmo reinar sobre os outros. Algo parecido com o que ocorre com os partidos políticos.

...com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira.

Poder, sinais e prodígios, neste caso, não está se referindo a assuntos religiosos, pois esse poder é antireligioso.

Poder: Poder político Universal. Sinais: História do que já patrocinou no mundo, com mais de 110 milhões de mortos em menos de um século de militância. Prodígios de mentira: Milagres econômicos falsos; Poder político, "prodigioso", porém frágil diante de Deus, pois será vencido pelo sopro de Deus.



ELES ESCOLHERAM SEUS PRÓPRIOS CAMINHOS

II Tessalonicenses 2. 10:

10 - E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.


Eles não amam a verdade, antes buscam o poder usando de enganos, injustiças e mentiras, arrastando após si também muitos crentes que alienaram suas vidas a essa monstruosidade.



ELES CREEM EM SUAS PRÓPRIAS MENTIRAS

II Tessalonicenses 2. 11:

11 - E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;


Como assim escolheram, Deus então fartá-los há daquilo que eles mesmos escolheram. A mentira. E assim crerão nas próprias mentiras que pregam.



ELES SÃO INÍQUOS

II Tessalonicenses 2. 12:

12 - Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.


Ter prazer na iniquidade, primeiramente é ter prazer na injustiça, e ninguém tem prazer na injustiça se não tiver alguma vantagem nisso! Mediante promessas de vantagens sociais, quer na vida pública, meios universitários, etc., muitos alienaram suas vidas e hoje estão arvorando a bandeira do adversário.



CONCLUSÃO

As profecias bíblicas, quando vaticinadas, falam para o futuro. O tempo verbal é futuro.

Hoje, as profecias que foram cumpridas, estão no tempo passado. O tempo verbal é passado (pretérito). Então, se colocarmos o tempo verbal de hoje, os versículos 1 – 3 ficariam assim:

II Tessalonicenses 2. 1 – 3 para hoje:

1 - ORA, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com Ele,

2 - Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto "AINDA LONGE".

3 - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, A APOSTASIA E O HOMEM DO PECADO, O FILHO DA PERDIÇÃO JÁ SE MANISFESTAM.



IMPORTANTE

A revelação desse Filho da Perdição, não é o mais importante para nós.

O Espírito o revelou apenas como uma âncora, para que conheçamos o tempo, pois para nós, o importante é ter algum conhecimento do mundo que nos rodeia, para situarmo-nos no tempo bíblico, e, pelo exposto, não há muito mais o que esperar.

Assim como o apóstolo Paulo profetizou com tanta precisão a vinda do Filho da Perdição, com certeza não cairá uma só palavra quando fala do arrebatamento da igreja, conforme 1Cor.15.51-54.

Se precisamos mudar alguns rumos em nossas vidas, convém que seja já. Talvez o tempo que temos seja menor do que o esperado.

(Pesquisa, seleção e comentários dos textos bíblicos: Pr. Walter Vaccaro).

Buscai no livro do SENHOR, e lede;
Isaías 34.16-a.

Estudos Bíblicos
COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário.

De: (Nome ou Pseudônimo)
Região: (Ex: Curitiba, PR, Brasil)
Email: (Não obrigatório mas desejável - Estará em total sigilo.)
Comentário: (900 caracteres ou 15 linhas)
Data: 02/02/2018 - 15:08:31 Hs.
Nome: Pr. Walter
Região: São Paulo - Zona Leste.

Mensagem/Comentário:
Deixe o seu comentário.

setacima

T
o
p
o
setacima

T
o
p
o


     Com sua licença!
     É muito importante a sua opinião sobre este trabalho.
     Após concluir sua leitura, deixe suas observações no formulário abaixo. Leva só dois minutos.

CONVITE:
     Deixe um endereço de email, o qual estará protegido, e receba uma vez por mês informações sobre novos estudos e cursos bíblicos que serão publicados aqui. Poderá descadastrar-se quando quiser.
     Não custa nada. Isto nos orienta a oferecer conteúdo cada vez melhor. Participe, e tenha uma boa leitura.

X = Fechar